17 de setembro de 2021 às 20h27

Leite: setor produtivo irá lançar campanha nacional para estimular consumo no país

A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura (Mapa), realizada nesta sexta-feira, 17. O órgão consultivo e propositivo é constituído por 30 instituições membros e convidados permanentes.

A campanha visa mostrar que a cadeia produtiva do leite é fundamental para a saúde dos brasileiros, com seus nutrientes; para a economia, com a geração de empregos diretos e indiretos; para o meio ambiente, com boa alimentação e bem-estar animal; e para o país, que se desenvolve com o crescimento de todos os setores envolvidos.

Um dos objetivos da 1º Semana do Leite será reunir produtores, laticínios e supermercados em um projeto exclusivo para mostrar a importância econômica e a saudabilidade desse alimento e seus derivados. “Uma campanha já foi pensada para ter desdobramentos futuros para todos os públicos e idades”, disse a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Em mensagem transmitida durante a reunião, a ministra destacou a relevância do setor de leite para o desenvolvimento do país. “Movimenta a economia, contribui para o PIB Nacional, gera emprego e renda para milhares de brasileiros, em todos os elos da cadeia produtiva, do produtor familiar aos grandes laticínios, dos distribuidores aos minimercados, que levam o produto às mãos do consumidor. O Brasil, como um dos maiores produtores de leite do mundo, precisa valorizar, aqui e no exterior, os pontos positivos do setor lácteo”.

Tereza disse ainda que esse será apenas o primeiro passo para fomentar o setor. “Estamos preparando mais ações para divulgar a importância e a qualidade do leite e seus derivados produzidos aqui no Brasil. A ideia é que essa ação seja de longo prazo e faça parte do calendário anual deste segmento. O leite e seus derivados são essenciais para o crescimento do Brasil e dos brasileiros, alimentam as pessoas e a economia”.

O presidente da Câmara Setorial e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação da Agricultura do Brasil (CNA), Ronei Volpi, falou sobre as boas perspectivas do setor. “Nós, que há pouco mais de 20 anos éramos o maior importador mundial de lácteos, hoje temos a segurança do abastecimento e também da segurança alimentar de 215 milhões de brasileiros e estamos partindo para um tempo breve em que seremos também um player no mercado internacional de lácteos”, afirma Volpi.

Para construir a campanha de forma coletiva, foram realizadas reuniões com a participação de representantes do Mapa, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), de cooperativas, indústrias e produtores, da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), da Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) e outros parceiros. “Acredito que nós estamos aqui fazendo história e que essa ação será a primeira de várias que virão. Nós temos toda a capacidade de mostrar que o nosso setor consegue agir de forma coordenada e esse trabalho que está para ser iniciado é um exemplo disso”, disse o consultor da Câmara Setorial, Marcelo Martins.

O Brasil é o 4ª maior produtor de leite do mundo, produz mais de 34 bilhões de litros por ano. Dos 5.570 municípios brasileiros, 99% são produtores de leite. São mais de 1 milhão de produtores nacionais, a maioria da agricultura familiar. O setor movimenta mais de R$ 100 bilhões ao ano, gerando mais de 4 milhões de empregos no campo.

18/03/2021 às 19h36

Boi gordo: oferta de animais não apresenta sinal de melhora no curto prazo

O mercado físico de boi gordo registrou preços mais altos na maioria das praças de produção e comercialização nesta quinta-feira, 18. Segundo o analista de –

Leia Mais
18/03/2021 às 15h31

Milho: importações da China atingem 1,78 mi de toneladas em fevereiro

Os dados da alfândega da China divulgados na quinta-feira apontaram que as importações de milho do país durante fevereiro atingiram 1,78 milhão de toneladas, com –

Leia Mais
18/03/2021 às 15h01

Produção de ovos no Brasil cresce 3% em 2020, diz IBGE

A produção de ovos de galinha foi de 4 bilhões de dúzias em 2020, apresentando um aumento de 3% em relação a 2019, de acordo –

Leia Mais
18/03/2021 às 14h31

IBGE: aquisição de couro tem queda de 7,4% em 2020

Em 2020, os curtumes investigados pela Pesquisa Trimestral do Couro – aqueles que curtem pelo menos 5 mil unidades inteiras de couro cru bovino por –

Leia Mais
18/03/2021 às 14h15

Aquisição de leite registra alta de 2,1% em 2020

Em 2020, os laticínios que atuam sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária captaram 25,5 bilhões de litros de leite, aumento de 2,1% em –

Leia Mais
18/03/2021 às 12h31

Abate de suínos sobe 6,4% e atinge recorde em 2020

Foram abatidos 49,3 milhões de cabeças de suínos em 2020, um aumento de 6,4% (mais 3,0 milhões de cabeças) em relação ao ano de 2019, –

Leia Mais
18/03/2021 às 12h01

IBGE anuncia queda de 8,5% nos abates de bovinos

O abate de bovinos no país caiu 8,5% em 2020, depois de três anos de crescimento. Segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 18, no Rio de –

Leia Mais
18/03/2021 às 11h01

Suínos: com novas medidas restritivas, liquidez diminui e preços caem

O movimento do mercado de suínos tipicamente possui uma enfraquecida da liquidez interna na segunda quinzena de março. Contudo, as novas medidas de isolamento da –

Leia Mais
18/03/2021 às 10h01

Preços recordes de boi magro e do milho desafiam confinador

Os primeiros meses de 2021 já se mostram desafiadores para os pecuaristas terminadores devido aos recordes nos preços do boi magro e dos grãos. De –

Leia Mais
18/03/2021 às 09h01

Carne bovina: com lockdown geral, movimentação no varejo segue paralisada

O dia se encerra com clima de incertezas para o mercado interno de carne bovina. Com a piora da pandemia, as medidas restritivas correm risco –

Leia Mais